Bastidores 021: Tudo sobre o novo livro de Elena Ferrante e a caixa de junho do intrínsecos

O livro

A vida mentirosa dos adultos, de Elena Ferrante

Junho de 2020

Giovanna ouve seu pai afirmar que ela é feia. E ele não está falando de uma feiura qualquer: aos 12 anos, a menina é comparada a Vittoria, uma tia que ela nunca conheceu e de quem só ouviu as piores coisas. Esse é o ponto de partida do aguardado novo romance de Elena Ferrante, um fenômeno da literatura mundial contemporânea, que os assinantes do intrínsecos tiveram a oportunidade de ler em primeira mão na caixa de junho.

O comentário provoca uma espécie de ruptura em Giovanna, que parte em busca desse lado desconhecido de seus parentes. Ela começa em casa, observando as fotos em que Vittoria está cortada ou tem o rosto rasurado, apagada da história da família. E, finalmente, há o encontro com essa mulher, uma figura extravagante e de personalidade única, que abre um novo universo para a jovem. Giovanna não apenas terá acesso às histórias de suas origens mais simples, como passará a frequentar uma área da cidade com costumes, dialeto e personagens até então bem distantes de sua vida na parte alta de Nápoles, uma região rica e intelectualizada.

Pelos olhos da protagonista, acompanhamos o processo de passagem da juventude para a vida adulta e a descoberta de que, no mundo dos adultos, nem tudo é como parece. Giovanna descobrirá que por trás das figuras que antes idolatrava se escondem segredos, mentiras, hipocrisias e erros obscenos. O rompimento da imagem perfeita dos pais, a descoberta do próprio corpo, do desejo e de diferenças subjetivas e sociais fazem dessa narrativa um ponto de partida para uma viagem interior guiada por lembranças e questionamentos. O que constitui uma personalidade, uma vida, senão as experiências sobrepostas e acumuladas desde a infância, a forma com as dispomos e interpretamos, as pessoas que conhecemos e as decisões que tomamos? A vida mentirosa dos adultos é uma obra sensível e brilhante, que reafirma o gênio por trás dela.

Elena Ferrante é o pseudônimo da italiana que escreveu A amiga genial e todos os volumes da Tetralogia Napolitana, um enorme sucesso em todo o mundo e cuja adaptação em série acaba de ganhar uma segunda temporada na HBO. Além de ser o primeiro livro da autora depois do sucesso retumbante da tetralogia, A vida mentirosa dos adultos é um relato poderoso sobre as escolhas que fazemos na vida e as oportunidades de sermos  a melhor versão de nós mesmos.

 

A revista

Intervenção digital inspirada em A vida mentirosa dos adultos, por Aline Ribeiro

A vida mentirosa dos adultos é uma investigação sutil e sensível sobre o esforço de afrontar as expectativas familiares e sociais em busca da própria identidade. Nossa revista intrínsecos 021 mergulha no tema explorando três perspectivas sobre a autora e seu mais recente romance: a primeira é a da juventude, abordada no artigo de Diana Corso, que, do viés psicanalítico, demonstra como é importante que os adolescentes possam confrontar as ficções (às vezes bem-intencionadas) criadas por seus pais; e no ensaio de Eduardo Wolf sobre como a figura do jovem se desenvolveu na literatura, de Goethe a J. D. Salinger.

A segunda perspectiva é a da geografia: Nápoles, que ocupa lugar central em toda a obra escrita de Ferrante, é objeto do ensaio de Milena Vargas, com suas considerações sobre as diferenças sociais e linguísticas que perpassam a cidade.

A terceira é a curiosidade midiática em torno da identidade não revelada da autora, mote para um texto sobre autorias disputadas (ou inventadas) ao longo da história da literatura, assinado pelo editor convidado Jerônimo Teixeira.

Ao longo das páginas, o leitor é brindado com uma galeria de fotos com a intervenção digital de Aline Ribeiro, designer e diretora de arte da revista intrínsecos.

 

Marcador e cartão-postal colecionável

O marcador e cartão-postal revelam a arte de capa da obra que chegará às livrarias em setembro, em uma edição diferente, sem o acabamento especial da edição do intrínsecos.

 

O brinde

Vibrante, caótica e cheia de contradições, Nápoles é uma verdadeira protagonista das obras de Ferrante, seja nas praias de Um amor incômodo e A filha perdida, no bairro de Lenu e Lila em A amiga genial ou nos caminhos tortuosos percorridos por Giovanna em A vida mentirosa dos adultos.

Pensando nisso, escolhemos o brinde enviado na caixa de junho: uma bolsa temática de Nápoles. Ao longo das páginas do livro, a cidade vai ganhando vida própria e não podemos evitar de sentir que fazemos parte também dela. Com a bolsa, levaremos um pedacinho da Itália e de Ferrante sempre conosco.

 

Gostou dessa caixa? Garanta a próxima! Todo mês enviamos um livro surpresa com brindes que expandem a experiência de leitura. A cada caixa um gênero diferente para você explorar diversos universos literários e sair da zona de conforto! Assine o clube intrínsecos.

20 comentários sobre “Bastidores 021: Tudo sobre o novo livro de Elena Ferrante e a caixa de junho do intrínsecos

  1. Gostaria muuuuito de ter essa caixinha. Pelo amor de Deus, disponibilizem a venda dos kits sem assinatura, por favor!!! A tag faz isso sem problemas.

  2. Estou finalizando o processo de assinatura, porém gostaria muuuuuito de adquirir o kit de junho! Como faz? A TAG disponibiliza kits de meses anteriores. E a Intrínsecos?

  3. E cabe à Intrinseca vender essa caixa avulsa já que fizeram uma capa HORRENDA pra edição que será lançada. PELO AMOR DE DEUS LIBERA AÍ

    1. Meu Deus sim, quero essa do kit porque ta HORRÍVEL a capa da edição comercial.
      Fugiu totalmente das edições lindas que estavam lançando da ferrante. Quem fez a capa de certo n analisou as edições anteriores e n fez questão de seguir padrão nenhum. Quero essa rosinha, pq Deus me free aquela capa feia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *