Podcast: Hamnet, de Maggie O’Farrell

“Nada desaparece sem deixar vestígios.” William Shakespeare é considerado uma das mentes mais brilhantes da dramaturgia mundial e ao longo dos últimos quatro séculos sua vasta obra vem sendo estudada, reinterpretada e adaptada para formatos diversos. Como todo artista, vale ressaltar, Shakespeare teve uma vida além do ofício, e, em Hamnet, a autora Maggie O’Farrell imagina o que teria inspirado o dramaturgo a escrever um de seus maiores sucessos: Hamlet

Nesse episódio do Sem Shrink, Naotto e Heloiza, da equipe de marketing da Intrínseca, e o autor mineiro Jim Anotsu conversam sobre o livro de julho do clube intrínsecos, as similaridades com a obra de Shakespeare e os desafios de ler uma história ambientada no período da  peste bubônica enquanto vivemos a pandemia de covid-19.

Ouça o episódio:

A obra foi enviada na caixa de julho do clube e já está disponível na loja intrínsecos, exclusiva para assinantes. Você também pode garantir o livro em sua versão comercial nas livrarias e lojas on-line.

 

Recomendações mencionadas durante o episódio:

Filmes
Rosencrantz & Guildenstern Estão Mortos (1991)
Romeu + Julieta (1996)
Shakespeare Apaixonado (1998)
A Pura Verdade (2018)
Bill (2015)

Livros
A ridícula ideia de nunca mais te ver, de Rosa Montero
Contos de Shakespeare, de Charles e Mary Lamb
Hamlet: Poema ilimitado, de Harold Bloom
Sr. William Shakespeare: Teatro, de Marcia Williams

Séries
Succession, da HBO
Despachos de Outro Lugar, do Prime Video

 

Siga Jim Anotsu nas redes sociais — Twitter | Instagram — e conheça O Serviço de Entregas Monstruosas.

 

Confira os episódios anteriores do nosso podcast nas principais plataformas:

Spotify | Apple | Deezer | CastBox | YouTube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *